Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi
Dia Europeu dos Antibióticos
Dia Europeu dos Antibióticos
A Ordem dos Farmacêuticos (OF), a Associação Portuguesa de Farmacêuticos Hospitalares (APFH), a Associação Nacional das Farmácias (ANF), a Associação de Farmácias de Portugal (AFP) e a Associação Portuguesa de Analistas Clínicos (APAC) associam-se às comemorações do Dia Europeu do Antibiótico, alertando para os riscos da sua utilização incorreta e para o problema das resistências antimicrobianas.
Os dados mais recentes confirmam que o número de doentes infetados por bactérias resistentes está a aumentar na União Europeia e que a resistência aos antibióticos constitui uma grave ameaça para a saúde pública. O uso prudente dos antibióticos pode ajudar a impedir o desenvolvimento destas bactérias resistentes e a manter os antibióticos eficazes para o uso das gerações futuras.
Farmacêuticos, profissionais de saúde, da agricultura e da veterinária, decisores políticos, todos temos o dever de contribuir para a preservação da eficácia dos antibióticos. O uso indevido de antibióticos coloca-nos a todos em risco!



ACHA QUE SABE TUDO SOBRE ANTIBIÓTICOS? CLIQUE AQUI.

Não use antibióticos em gripes e constipações




 Resistência a Antibióticos (AMR)
 A resistência a antibióticos é a capacidade das bactérias combaterem a ação de um ou mais antibióticos. Os humanos e os animais não se tornam resistentes aos tratamentos com antibióticos, mas tal pode acontecer às bactérias de que os seres humanos e os animais são portadores.

 A resistência a antibióticos mata:
  • 25 000 pacientes por ano na UE
  • até 700 000 pacientes por ano no mundo
Qual o impacto na economia da resistência de antibióticos?
  • 1.5 mil milhões de euros por ano na UE
  • 10 000 a 40 000 dólares por paciente em gastos hospitalares nos países da OCDE
 
Desde 2001, a União Europeia tem adotado medidas para travar a resistência a antibióticos (AMR). Atualmente, a UE tem em curso uma estratégia denominada "One Health Action Plan on AMR", adotada desde junho de 2017, cujos objetivos principais são: tornar a UE uma região de boas práticas; estimular a investigação, desenvolvimento e inovação; moldar a "agenda" global.

 Como se propaga a resistência a antibióticos?

 

As bactérias desenvolvem resistências a antibióticos como uma reação adaptativa natural. Deste modo, o uso irresponsável de antibióticos pode contribuir para essa transformação. Devemos ter especial atenção ao seu uso na produção animal e de alimentos, nas instituições de saúde e na comunidade.



O Programa de Prevenção e Controlo de Infeções e de Resistência aos Antimicrobianos preparou um website com mensagens destinadas a profissionais de saúde e ao público em geral para sensibilizar para o uso responsável de antibióticos. Saiba mais aqui.
 
 Consulte a e-Publicação do CIM de 2015 que aborda o tema do "Uso Responsável de antibióticos"