Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Bastonária e ministro da Saúde visitaram unidade de tratamento de dependências da Marinha

30 Setembro 2016
Bastonária e ministro da Saúde visitaram unidade de tratamento de dependências da Marinha
O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, o secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, e a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), Ana Paula Martins, visitaram no dia 26 de setembro, Dia Nacional do Farmacêutico, a Unidade de Tratamento Intensivo de Toxicodependências e Alcoolismo (UTITA) da Marinha, uma das duas entidades que receberam este ano a Medalha de Honra da OF, a par do Laboratório de Análises Fármaco-Toxicológicas da Marinha (LAFTM)
O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, o secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, e a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), Ana Paula Martins, visitaram no dia 26 de setembro, Dia Nacional do Farmacêutico, a Unidade de Tratamento Intensivo de Toxicodependências e Alcoolismo (UTITA) da Marinha, uma das duas entidades que receberam este ano a Medalha de Honra da OF, a par do Laboratório de Análises Fármaco-Toxicológicas da Marinha (LAFTM). A distinção foi entregue na Sessão Solene do Dia do Farmacêutico, que decorreu ao final do dia, no Teatro Thalia, em Lisboa.
    
Este ano, a Medalha de Honra da OF foi atribuída a duas entidades que fazem parte integrante de um mesmo projeto e que partilham uma mesma visão sobre um dos maiores problemas de saúde pública dos nossos tempos.

A problemática da toxicodependência sempre mereceu ampla atenção dos farmacêuticos portugueses, que têm vindo a envolver-se ativamente em vários projetos e iniciativas de combate a este problema de saúde pública.

Além de programas na comunidade, também os farmacêuticos militares desenvolveram um projeto, pioneiro a nível mundial, de rastreio aleatório de toxicologia de urina, mais tarde integrado no denominado "Projeto Vencer”, da Marinha Portuguesa, que fornece uma abordagem transversal e multidisciplinar ao problema das dependências.

Ao trabalho desenvolvido no LAFTM na identificação de consumidores de drogas, inicialmente apenas na Marinha, mas com o decorrer dos anos em todos os ramos das Forças Armadas e até na sociedade civil, o que faz dele um laboratório de referência no âmbito da toxicologia analítica, associa-se também a intervenção de vários profissionais de saúde na reabilitação e recuperação dos indivíduos, ao nível da UTITA.

O "Projeto Vencer” e o trabalho desenvolvido nestas duas unidades constitui uma clara demonstração de colaboração interprofissional na área da Saúde com resultados e ganhos evidentes para os doentes e para a sociedade em geral, que a Direção Nacional da OF decidiu este ano distinguir.

Neste âmbito, a bastonária, os dois membros do Governo e o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, Pina Monteiro, entre outras altas patentes do Exército, visitaram as instalações da UTITA, na Base Naval de Lisboa – Alfeite, inteirando-se do trabalho que está a ser desenvolvido nesta unidade.

Mais tarde, durante a Sessão Solene do Dia do Farmacêutico, os diretores das duas entidades, José Mário Miranda, pelo LAFTM, e Maria Halpern Diniz, pela UTITA, receberam a distinção das mãos do bastonário da OF entre 1989 e 1995, Carlos Silveira, um dos principais responsáveis pela criação destas unidades.

Na sua carreira de farmacêutico naval, o antigo dirigente da OF sensibilizou as suas hierarquias para um problema de saúde pública que estava a ganhar dimensões preocupantes na Marinha e convenceu os seus superiores a desenvolver um programa de combate ao problema. Assim, foi possível arranjar instalações para o Laboratório, investir em equipamentos e formar pessoal que hoje presta um serviço de inestimável valor não apenas para o Exército, mas para toda a sociedade.

Para a OF, estas experiências constituem um exemplo que pode e deve ser seguido noutros serviços de saúde e que reforça a importância e os benefícios de uma intervenção multidisciplinar, em que profissionais de saúde de diferentes áreas – farmacêuticos, médicos, enfermeiros, psicólogos, entre outros – colaboram entre si em prol de um objetivo comum: o bem-estar dos cidadãos.