{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Carlos Maurício Barbosa recebeu Comenda do Mérito Farmacêutico Paulista

23 Setembro 2016
Carlos Maurício Barbosa recebeu Comenda do Mérito Farmacêutico Paulista
O Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) atribuiu a Comenda do Mérito Farmacêutico Paulista ao bastonário da Ordem dos Farmacêuticos (OF) entre 2009 e 2016, Carlos Maurício Barbosa. A distinção foi entregue pelo presidente do CRF-SP, Pedro Menegasso, durante uma cerimónia realizada na Assembleia Legislativa de São Paulo, a 23 de setembro.
O Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) atribuiu a Comenda do Mérito Farmacêutico Paulista ao bastonário da Ordem dos Farmacêuticos (OF) entre 2009 e 2016, Carlos Maurício Barbosa. A distinção foi entregue pelo presidente do CRF-SP, Pedro Menegasso, durante uma cerimónia realizada na Assembleia Legislativa de São Paulo, a 23 de setembro.
    
A Comenda do Mérito Farmacêutico Paulista visa premiar o esforço de pessoas que trabalham em prol da profissão farmacêutica e da saúde da população, destacando esses exemplos meritórios com o reconhecimento dos farmacêuticos do Estado de São Paulo.

O anterior bastonário da OF tem uma enorme projeção internacional, com forte impacto nos países lusófonos. Com carreira no ensino universitário, sobretudo da área da tecnologia farmacêutica, tem abrangido outras áreas afins como a nanotecnologia, a farmácia magistral e a dermofarmácia. Foi nesta qualidade, também, que levou o seu saber além-fronteiras com formação nas áreas da farmácia e do medicamento no Brasil, em Angola e em Moçambique.

O trabalho desenvolvido por Carlos Maurício Barbosa há mais de duas décadas na área da cooperação foi essencial para a aproximação aos países africanos de língua portuguesa, bem como às diferentes estruturas representativas de farmacêuticos no Brasil.

A sua experiência na área das políticas e sistemas de saúde levaram-no a ser um dos principais interlocutores da partilha da realidade portuguesa nestes países e disseminador da importância da regulação profissional farmacêutica e do medicamento.

Homem de iniciativa, criou o Centro Tecnológico do Medicamento da Associação Nacional de Farmácias em 1996, que liderou até 2005, e integrou diversos grupos de trabalho na área farmacêutica, colocando o seu conhecimento em favor da causa pública.

Esteve também na origem de diversas sociedades científicas nacionais e internacionais, das quais ainda faz parte, incentivando a colaboração entre profissionais de saúde para benefício maior dos sistemas de saúde.