{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

CDC e FDA investigam relação entre cigarros eletrónicos e doenças pulmonares graves

12 Setembro 2019
CDC e FDA investigam relação entre cigarros eletrónicos e doenças pulmonares graves
O Center for Disease Control and Prevention, a Food and Drug Administration e as autoridades locais de saúde americanas estão a investigar um surto multiestatal de doença pulmonar grave associada ao uso de produtos de cigarro eletrónico (dispositivos, líquidos, recargas e cartuchos). A investigação ainda não identificou uma causa, mas todos os casos relatados têm um historial comum de uso de cigarros eletrónicos.
Os e-cigarros são dispositivos que formam um aerossol pelo aquecimento de um líquido que contém a nicotina, "aromas" e outros produtos químicos.

Em trinta e três estados e um território norte-americano foram registados seis mortes e mais de 450 possíveis casos de doença pulmonar associada ao uso de produtos de cigarro eletrónico.

Entre os sintomas relatados destacam-se os respiratórios, como tosse, falta de ar ou dor torácica, alguns gastrointestinais, náuseas, vómitos ou diarreia, ou sintomas não específicos, fadiga, febre ou perda de peso. Os sintomas desenvolveram-se a um ritmo variável, de dias a várias semanas, com alguns relatos de utentes a desenvolverem sintomas gastrointestinais antes dos respiratórios. Apesar de nenhuma infeção ter sido detetada, foram relatados casos de febre, a frequência cardíaca elevada, e a contagem elevada do glóbulos brancos.

O CDC emitiu uma recomendação sobre a cessação do uso de cigarros eletrónicos, especialmente em jovens, grávidas e pessoas não fumadoras que pretendam experimentar estes produtos.

Saiba mais, aqui.