{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Colégio de Análises esclarece exames laboratoriais à Vitamina D

01 Julho 2017
Colégio de Análises esclarece exames laboratoriais à Vitamina D
O Conselho do Colégio de Especialidade de Análises Clínicas e de Genética Humana emitiu uma nota de esclarecimento sobre a monitorização do consumo de vitamina D na população portuguesa, reconhecendo a dificuldade analítica na medição deste parâmetro, devido às características dos métodos disponíveis, do metabolito em análise e dos seus interferentes, assim como da indisponibilidade ou inadequação de padrões certificados.

A posição do Colégio de Especialidade vem confirmar que "as análises realizadas nos laboratórios de análises clínicas à 25-OH-Vitamina D em amostras biológicas (soro humano) são fiáveis, se forem levadas em linha de conta as limitações que cada método apresenta e se respeitadas as indicações constantes das instruções dos dispositivos relativas à execução do ensaio".

"Quando não existem métodos padronizados nem materiais de referência universais para avaliação de um analito (como é o caso da 25-OH-Vitamina D), os resultados só podem ser comparados entre si quando é utilizando o mesmo método e reagentes", adverte a nota elaborada pelos especialistas da Ordem.

Destaca-se ainda nesta posição sobre a recente polémica da monitorização do consumo de vitamina D em Portugal que "todos os resultados associados a um analito/biomarcador devem ser interpretados num contexto clínico, por forma e caso se justifique clinicamente, se proceda a um ajuste da terapêutica".

Clique aqui para aceder à versão integral do documento produzido pelo Conselho do Colégio de Especialidade de Análises Clínicas e de Genética Humana.