{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Farmacêuticos, médicos e enfermeiros criam plataforma para donativos

24 Março 2020
Farmacêuticos, médicos e enfermeiros criam plataforma para donativos
As Ordens dos Farmacêuticos, Médicos, e dos Enfermeiros juntaram-se para criar uma plataforma que agrega os donativos dos portugueses aos profissionais de saúde.

As três Ordens têm recebido vários contactos que demonstram a generosidade da população, sejam cidadãos anónimos, empresários e empresas que pretendem fazer donativos e oferta de produtos e serviços. De equipamentos de proteção individual, a refeições e alojamentos temporários, são várias as ofertas.

De acesso livre e consulta a partir das páginas eletrónicas das três Ordens profissionais, a nova plataforma visa disponibilizar acesso direto a solicitações e ofertas da sociedade civil aos profissionais de saúde.

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, destaca o carácter solidário da iniciativa. "Os portugueses já manifestaram profunda consideração pela árdua tarefa que os profissionais de saúde estão a enfrentar todos os dias. Temos sido alvo de inúmeras demonstrações de apoio, de ofertas de ajuda, de vários quadrantes. Cabe-nos também apoiar, na retaguarda, a ação dos nossos colegas. Proporcionar-lhes todas as condições para que possam ajudar todos os portugueses nesta altura tão difícil ".

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, considera que "este não é o momento de apontar responsabilidades a este ou àquele organismo. Não é o momento de referir que a capacidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde está comprometida por anos e anos de desinvestimento. Estamos numa altura em que o país precisa de todos e que conta com os profissionais de saúde – sejam médicos, enfermeiros, farmacêuticos ou outros profissionais – para ajudarem Portugal a recuperar um rumo e a ter esperança”.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, realça, por sua vez, que "chegou a hora de estarmos juntos. Agora, mais do que nunca, temos de ser capazes de responder a uma só voz. Os portugueses sabem que podem confiar nos profissionais de saúde e têm multiplicado os gestos de gratidão, solidariedade e admiração. Esta plataforma é mais do que um sinal de união, é um mecanismo de resposta ao coração da sociedade civil. Só juntos seremos capazes de ultrapassar este momento. Vamos conseguir”, acredita a bastonária.

A plataforma não se destina à receção de donativos em dinheiro, mas a ofertas de bens ou serviços de entidades ou pessoas singulares, que devem manifestar essa intenção através do envio de um email para um dos seguintes endereços: donativos@ordemdosmedicos.pt, donativos@ordemenfermeiros.pt ou donativos@ordemfarmaceuticos.pt.

O email deve indicar o bem ou serviço a disponibilizar, descrevendo o mais pormenorizadamente possível as suas características, a quantidade, a região do país a que se destina (caso se aplique), se existem gastos adicionais a considerar (ex.: taxas de entrega ou custos com luz e água, tratando-se de alojamento), assim como quaisquer notas adicionais que o doador considere relevantes;

Deve ainda indicar os contactos para resposta, embora estes não sejam divulgados na plataforma, sendo apenas disponibilizados por qualquer uma das Ordens às pessoas ou entidades que o solicitarem, para articulação direta entre o doador e o recetor.

As Ordens poderão, no entanto, contactar diretamente os doadores para encontrarem soluções de distribuição de bens ou serviços. Será dada preferência à entrega de donativos a instituições onde operem profissionais de saúde das Ordens envolvidas e que estejam em atendimento a situações relacionadas com o Covid-19, seguindo-se as instituições de solidariedade social e, por fim, os particulares.

Clique aqui para aceder à plataforma de donativos para profissionais de saúde.