{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Infarmed nega evidência sobre agravamento da infeção por COVID-19 e ibuprofeno

15 Março 2020
Infarmed nega evidência sobre agravamento da infeção por COVID-19 e ibuprofeno
O Infarmed emitiu uma Nota Informativa em que esclarece a inexistência de dados científicos atuais que confirmem um possível agravamento da infeção por COVID-19 com a administração de ibuprofeno ou de outros anti-inflamatórios não esteroides.
"A possível relação entre a exacerbação das infeções, na generalidade, e a toma de ibuprofeno está a ser avaliada na União Europeia, no Comité de Avaliação de Risco de Farmacovigilância da Agência Europeia do Medicamento”, diz a Nota Informativa, que adianta o mês de maio para conclusão deste trabalho.

No entanto, esclarece ainda a nota do Infarmed, "dado que o ibuprofeno é utilizado para tratar os sintomas iniciais das infeções, será extremamente complexo determinar esta relação”.

Nesta fase, recomenda-se o tratamento sintomático da febre com recurso ao paracetamol, como primeira alternativa. "No entanto, também não há evidências para contraindicar o uso de ibuprofeno”, assegura a autoridade reguladora, pelo que os dois medicamentos devem ser utilizados com base na informação constante do Resumo da Características do Medicamento e Folheto Informativo.

Consulte a Norma Informativa do Infarmed.