{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

LAF com apoio psicológico confidencial e anónimo

22 Junho 2020
A Linha de Apoio ao Farmacêutico (LAF 800 219 219) está em funcionamento desde o início do surto do novo coronavírus em Portugal, apoiando os farmacêuticos em múltiplas questões relacionadas com a sua atividade profissional durante o período pandémico. Desde o início de maio, disponibiliza também um apoio psicológico confidencial e anónimo a todos os farmacêuticos, procurando ajudar os colegas na gestão do stress e da ansiedade na atual conjuntura.

A nova valência de apoio psicológico da LAF proporciona um aconselhamento psicológico breve a todo os profissionais que trabalham nas farmácias, hospitais e laboratórios de análises clínicas, bem como nos restantes domínios da atividade farmacêutica.

Sob absoluto anonimato e confidencialidade, um grupo de psicólogos especialistas em Psicologia Clínica e da Saúde, com formação específica para intervir em situações de crise, garante um apoio diferenciado, podendo também referenciar ou encaminhar os contactos para outro tipo de respostas na área da Saúde Mental.

Dados avançados pelo Ministério da Saúde indicam que a linha de acompanhamento psicológico do serviço SNS24 registou cerca de 16 mil chamadas desde o início da pandemia, 1.500 das quais de profissionais de saúde.

O serviço disponibilizado LAF justifica-se pela pressão adicional a que as equipas de saúde estão sujeitas, seja pelo seu empenho e compromisso na luta contra a pandemia de Covid-19, seja pelo impacto e preocupações suscitadas com a sua proteção individual e das suas respetivas famílias, bem como nas suas relações pessoais e profissionais.

Por outro lado, o confinamento e isolamento social a que muitos profissionais das áreas não assistenciais estiveram sujeitos teve também forte impacto a nível emocional, justificando, em muitos casos, um apoio e atenção especializada.

Através da LAF 800 219 219, os farmacêuticos podem solicitar este apoio diferenciado. Prima a "opção 2” para um atendimento confidencial e anónimo.