Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Ministro da Saúde espera Carreira Farmacêutica “no mais curto espaço de tempo”

02 Dezembro 2016
Ministro da Saúde espera Carreira Farmacêutica “no mais curto espaço de tempo”
O ministro da Saúde reconheceu publicamente algum incómodo por não ter podido ainda concretizar a criação da Carreira Farmacêutica no Serviço Nacional de Saúde (SNS).
O ministro da Saúde reconheceu publicamente algum incómodo por não ter podido ainda concretizar a criação da Carreira Farmacêutica no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Intervindo na sessão de lançamento do projeto-piloto de dispensa de medicamentos antirretrovirais nas farmácias, Adalberto Campos Fernandes disse esperar, no entanto, que tal possa ocorrer "no mais curto espaço de tempo”.
    
A Ordem dos Farmacêuticos tem procurado sensibilizar os agentes, decisores políticos e sociedade em geral para a necessidade de criação de uma carreira especial reservada aos farmacêuticos, pela diferenciação técnica e científica e pelas elevadas responsabilidades das suas funções, quer nos hospitais públicos quer nos laboratórios do Estado e em outras organizações da Administração Pública.

A criação de uma carreira autónoma permite definir uma formação estruturada para os novos profissionais que iniciam atividade nesta área, garantindo assim uma renovação do quadro de farmacêuticos no SNS e uma melhor organização, planeamento e distribuição dos recursos farmacêuticos.

O responsável pela pasta da Saúde dirigiu-se ainda na ocasião à bastonária da Ordem dos Farmacêuticos para enaltecer o trabalho que tem vindo a desenvolver no cargo, considerando um "exemplo de como uma Ordem deve ser conduzida”, e destacou também o seu importante papel na obtenção de consensos entre as diferentes profissões de saúde na elaboração da Lei dos Atos em Saúde.