{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

OF apresentou serviço de Preparação Individualizada da Medicação

16 Janeiro 2019
A Ordem dos Farmacêuticos (OF) e o Partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) estiveram reunidos no Parlamento, no dia 15 de janeiro, para analisar a dispensa de medicamentos em quantidade individualizadas nas farmácias comunitárias. Os responsáveis da OF apresentaram o normativo recentemente aprovado pela OF para preparação individualizada da medicação, um dos serviços previstos na Portaria n.º 97/2018, que estabelece os novos serviços que podem ser prestados nas farmácias.

A OF esteve representada neste encontro com o PAN pela presidente da Secção Regional do Sul e Regiões Autónomas, Ema Paulino, pelo presidente da Comissão de Atribuição do Título de Especialista em Farmácia Comunitária, Luís Lourenço, e pela secretária-geral, Carla Torre.

Do lado do PAN, este presente a assessora jurídica Sandra Marques Martins.

O PAN solicitou esclarecimentos sobre a dispensa de medicamentos ao público em quantidade individualizada, em especial se a concessão de incentivos à implementação desta prática nas farmácias poderia contribuir para a sua generalização e obrigatoriedade.

Os dirigentes da OF explicaram o serviço de preparação individualizada da medicação já disponibilizado em várias unidades e apresentaram a Norma de Preparação Individualizada da Medicação desenvolvida pela OF e em vigor desde outubro do ano passado.

A norma aplica-se aos serviços prestados nas farmácias, quer para entrega na própria farmácia, quer no domicílio, quer ainda em estruturas residenciais para idosos, que pela sua dimensão e complexidade não requeiram serviços farmacêuticos próprios.

O serviço de Preparação Individualizada da Medicação traduz-se na organização de formas farmacêuticas sólidas, para uso oral, de acordo com a posologia prescrita, por exemplo, em um dispositivo de múltiplos compartimentos (ou em fita organizada por toma em alvéolos), selado de forma estanque na farmácia e descartado após a sua utilização.

O serviço inclui ainda a informação prestada sobre a forma escrita ou de pictogramas e oralmente, referente ao uso responsável do medicamento, tendo por objetivo auxiliar o utente na correta administração dos medicamentos e promover uma melhor adesão à terapêutica.