{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

OF solidária com colegas espanhóis

02 Abril 2020
OF solidária com colegas espanhóis
Oito farmacêuticos entre as vítimas mortais de Covid-19 em Espanha; 276 profissionais de farmácia hospitalizados ou em quarentena por suspeita de infeção pelo novo coronavírus; 57 farmácias encerradas e 126 com, pelo menos, um colaborador infetado. Os números foram adiantados pelo Consejo General de Colegios Oficiales de Farmacéuticos de Espanha. A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF) de Portugal solidarizou-se com os colegas espanhóis e endereçou as condolências ao seu homólogo, às respetivas famílias e amigos.
O Consejo General de Colégios Oficiales de Farmacéuticos de Espanha adiantou alguns dados sobre o impacto da pandemia de Covid-19 nos serviços farmacêuticos e nos profissionais que trabalham nas farmácias comunitárias.
Os números são dramáticos e espelham bem os riscos que os profissionais de saúde enfrentam na luta contra a pandemia de Covid-19. Os oito farmacêuticos falecidos reportados pela autoridade reguladora da profissão farmacêutica em Espanha eram oriundos de Madrid (6), de La Rioja e da Ciudad Real.

Em carta enviada ao presidente ao seu homólogo espanhol, Jesús Aguilar, a bastonária da OF, Ana Paula Martins, realça "o sentido de responsabilidade e de sacrifico pessoal de todos os colegas que estão na linha da frente do combate à Covid-19”.
"Nestes tempos difíceis, que nos colocam à prova diariamente, os farmacêuticos demonstraram o seu valor, sem nunca desistir ou baixar os prazos, colocando a saúde das populações acima de qualquer prioridade, mesmo quando significa exporem-se a riscos, sob um pressão intensa, e ainda por cima sem equipamento de proteção individual adequado para garantir que os utentes continuam a confiar nos farmacêuticos, no seu trabalho e no seu apoio”, destaca a bastonária.

Em resposta, o representante dos farmacêuticos espanhóis reconheceu a "consternação” pelo falecimento dos colegas. "Estiveram todos nas suas farmácias até serem infetados. Foram profissionais magníficos, que realizaram um serviço excecional, com total entrega às comunidades e ao dever de assistência farmacêutica”.

Jesús Aguilar refere ainda que "a melhor maneira de homenagearmos estes nossos colegas será aproveitando todo o trabalho social e de saúde dos farmacêuticos comunitários, colocando-o ao serviço das autoridades e da sociedade neste período”.

O presidente do Colégio General de Colégios Oficiales de Farmacéuticos veio também a público reforçar a importância das medidas de proteção e segurança para todos os profissionais de farmácia. Neste sentido, insistiu também junto do Ministério da Saúde espanhol para incluir os farmacêuticos entre os profissionais de saúde que estão a ser testados para o Covid-19, como já acontece em algumas comunidades autónomas.

O Consejo insiste ainda em que que sejam tomadas precauções em todas as 22 mil farmácias do país e pede também aos cidadãos que se desloquem às farmácias apenas quando necessário.