{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Os novos Ciclos de Desenvolvimento Profissional

13 Agosto 2019
Os novos Ciclos de Desenvolvimento Profissional
Os farmacêuticos portugueses foram pioneiros na implementação de um modelo de Desenvolvimento Profissional Contínuo que garante a sua preparação e a atualização permanente para o exercício profissão.

Com a duração de cinco anos, os ciclos de Desenvolvimento Profissional Contínuo dos farmacêuticos requerem a frequência de atividades formativas e a obtenção dos correspondentes Créditos de Desenvolvimento Profissional (CDP).

Com a entrada em vigor das alterações ao Regulamento Interno de Qualificação (RIQ) da Ordem dos Farmacêuticos (OF), o número mínimo de CDP necessários para completar cada ciclo de Desenvolvimento Profissional Continuo manteve-se inalterado, mas as atividades formativas são agora diferenciadas em áreas nucleares, diretamente relacionadas com o Ato Farmacêutico (art.º 75 do Estatuto da OF) e em áreas satélite, que não estão diretamente ligadas ao exercício do ato farmacêutico.

Em cada ciclo, os farmacêuticos devem completar um número mínimo de 4,5 CDP em áreas nucleares e um máximo de 0,5 CDP por formações realizadas em áreas satélites. A realização de formações em áreas satélite não é obrigatória, pelo que os farmacêuticos podem realizar apenas formações em áreas nucleares.

Estas alterações têm efeito a partir de janeiro do próximo ano, pelo que não abrangem os farmacêuticos que concluem este ano o seu ciclo de Desenvolvimento Profissional.

A partir de 2020, o início dos ciclos de novos membros da OF ficam associados ao tempo decorrido entre a conclusão do curso e a inscrição na OF.

Consulte o RIQ e a calendarização para o início dos ciclos de DPC.

Aceda à Secretaria Online para acompanhar o seu ciclo de Desenvolvimento Profissional Contínuo.