Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Relatório destaca quota de mercado dos genéricos no NHS

02 Agosto 2018
Relatório destaca quota de mercado dos genéricos no NHS
O relatório “How good is the NHS?”, publicado em julho, ,por ocasião do 70.º aniversário do Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS), compara vários resultados em saúde do Reino Unido com 18 países similares, incluindo França, Alemanha, Itália, Japão e os Estados Unidos.

O Reino Unido foi considerado "relativamente eficiente”, uma vez que tinha a maior quota de mercado de medicamentos genéricos prescritos, quando comparado com os restantes países, 84% contra uma média de 50% em 2015.

O relatório também sublinha a proteção financeira em caso de doença, dando como exemplo a baixa percentagem de pessoas a reportar que dificuldades de acesso aos medicamentos sujeitos a receita médica devido ao seu custo (2,3%).

As conclusões deste trabalho apontam ainda uma importante fatia dos gastos em saúde serem suportados pelos doentes, em especial na compra de medicamentos, o que é também explicado com as taxas de prescrição que os doentes pagam diretamente ao NHS. Anda assim, as famílias britânicas têm uma das menores percentagens de gastos com medicamentos, de 0,6% do rendimento do agregado, valor apenas superado pela França e Alemanha, ambas com 0,5%.

Referência ainda para a prescrição de antibióticos, que em 2016 estava em linha com a média dos países europeus. Em ambiente hospitalar, os dados mostram que o Reino Unido tem taxas relativamente elevadas de prescrição de antibióticos, apesar da percentagem de antibióticos de 2ª e 3ª linha prescritos ser considerada baixa.