{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Vagas em Ciências Farmacêuticas mantém-se inalteradas

17 Julho 2019
Vagas em Ciências Farmacêuticas mantém-se inalteradas
Inicia-se hoje a primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior. As vagas disponibilizadas pelas universidades públicas que lecionam o Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas mantém-se inalteradas. Ao todo, são 690 lugares para futuros farmacêuticos, incluindo as 15 vagas do curso preparatório lecionado na Universidade dos Açores.

De acordo com a informação disponibilizadas pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), são disponibilizadas um total de 51.568 vagas no âmbito o regime geral de acesso ao ensino superior, entre ensino universitário e ensino politécnico, um número semelhando ao fixado no ano passado.

O Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas (MICF), diploma que garante o acesso à profissão farmacêutica e inscrição na Ordem dos Farmacêuticos, é ministrado em cinco universidades públicas, às quais acresce ainda o ciclo preparatório lecionado na Universidade dos Açores, composto pelos dois primeiros anos do MICF.

Todas estas instituições mantiveram o número de vagas disponibilizadas em 2018: em Lisboa, existem 209 vagas para Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa; no Porto, a Faculdade de Farmácia da Universidade de Porto dispõe de 175 vagas; Coimbra tem 186 vagas na Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra; na Covilhã a Universidade da Beira Interior disponibiliza 60 vagas para o MICF; e por fim a Universidade do Algarve regista 45 vagas.

De referir ainda que a nota dos últimos colocados na primeira fase do concurso realizado no ano passado esteve entre os 123,4 no Algarve e os 153,3 no Porto.

Mais informações na página eletróncia da DGES.