{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Visita ao setor farmacêutico cabo-verdiano

27 Fevereiro 2020
O presidente do Conselho Nacional para Cooperação da Ordem dos Farmacêuticos, Helder Mota Filipe, realizou um conjunto de visitas oficiais a instituições e unidades de saúde de cabo-verdianas, numa iniciativa à margem da formação sobre “Investigação Biomédica e Ensaios Clínicos: capacitação regulamentar e ética”.

Num primeiro momento, o responsável da OF reuniu com a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos de Cabo Verde, Marcília Fernandes, para explorar pontos de colaboração entre as duas instituições. Criada formalmente em 2015, a OF de Cabo Verde é a mais recente Ordem profissional no setor farmacêutico lusófono. Um dos projetos apresentados pela bastonária foi a biblioteca da OF de Cabo Verde, formalmente inaugurada no Dia do Farmacêutico 2019.

Estes dois responsáveis realizaram depois uma visita conjunta ao Hospital de Agostinho Neto/ Hospital Central da Cidade da Praia. Após uma reunião com o Conselho de Administração, dirigiram-se ao Serviço de Oncologia, que foi intervencionado em 2018, para a melhoria das condições de preparação de medicamentos citostáticos, num projeto que contou com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e da OF de Portugal. No decurso desta visita foram encetados contactos com colegas farmacêuticos envolvidos na manipulação destes medicamentos.

Em seguida, os dirigentes das duas Ordens visitaram a unidade fabril da única indústria farmacêutica nacional de Cabo Verde, a Inpharma, com quase três décadas de atividade. Em reunião com a diretora geral, Elizete Mascarenhas Lima, e com farmacêuticos de vários departamentos da empresa, foram apresentadas as principais atividades desenvolvidas, as certificações e acreditações das entidades reguladoras e as perspetivas futuras de expansão, através de um alargamento a outros mercados.

No final da visita, as duas Ordens dos Farmacêuticos manifestaram disponibilidade para colaboração e desenvolvimento de pontos de contacto para cooperação institucional.