{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

12 farmacêuticos no Grupo de Trabalho que vai avaliar transferência do Infarmed para o Porto

13 Dezembro 2017
O Ministério da Saúde nomeou um Grupo de Trabalho para avaliação da deslocalização do Infarmed para a cidade do Porto. Sob a coordenação do anterior presidente da instituição, Henrique Luz Rodrigues, o grupo de trabalho inclui 12 farmacêuticos, entre os seus 27 membros, onde estão também médicos, economistas e um jurista. Até 30 de junho do próximo ano, este conjunto de peritos deverá apresentar um relatório com propostas, modelos de intervenção e cenários de deslocalização da agência nacional do medicamento, tendo em conta o seu impacto estratégico, técnico, económico e socioprofissional.

Conforme estabelecido no despacho publicado em Diário da República a 12 de dezembro, o relatório deve contemplar uma avaliação da relação de custo-benefício desta transferência, deve identificar riscos e constrangimentos, bem como das vantagens e oportunidades e deve ainda envolver uma análise do impacto para os colaboradores da instituição, apresentando potenciais soluções neste domínio.

Em simultâneo, e de forma complementar, o despacho prevê ainda a realização de uma avaliação externa independente às atividades do Infarmed.

Os farmacêuticos que integram este grupo de trabalho provêm de diferentes áreas de intervenção profissional, do ensino, à farmácia hospitalar e comunitária: Angelina Martins; António Melo Gouveia; Domingos Ferreira; Carminda Martins; Fátima Falcão; Francisco Batel; Hélder Mota Filipe; Jorge Gonçalves; Jorge Manuel Gonçalves Aperta; José António Aranda da Silva; Margarida Caramona; Nuno Barros.
Clique aqui para aceder ao Despacho n.º 10857/2017