Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

Casa do Povo do Caniço distingue farmacêutico

11 Junho 2019
Casa do Povo do Caniço distingue farmacêutico
O farmacêutico Carlos Freitas, proprietário da Farmácia do Caniço, na Madeira, foi uma das personalidades distinguidas este ano com o prémio “Cidade do Caniço”, atribuído pela Casa do Povo do Caniço, como reconhecimento do seu papel na dinamização e modernização da farmácia, fundada há 60 anos e que reflete as fases de crescimento daquela freguesia.

O prémio foi entregue no dia 9 de junho, na sala de conferências e núcleo museológico da Casa do Povo do Caniço. O farmacêutico considera que este reconhecimento é uma "grande responsabilidade”, mas também "um combustível emocional para a sua equipa continuar a inovar e a trabalhar em prol da cidade”.

"Nunca fizemos as nossas atividades à espera de reconhecimento, mas é um sinal de que a nossa comunidade valoriza essas atividades e, por isso mesmo, devemos manter e, se possível, reforçar o nosso empenho”, enfatizou o farmacêutico

"Receber este mesmo prémio só é aceitável, considerando que reconhece e valoriza, não apenas o meu trabalho, mas o trabalho de todos os que trabalharam na Farmácia do Caniço e deram o seu melhor para fazer dela o que é hoje”, disse ainda.

O prémio "Cidade do Caniço” foi atribuído pela primeira vez em 2013 para distinguir, em vida, personalidades que tenham contribuído para a promoção do Caniço. A par do farmacêutico Carlos Freitas, a Casa do Povo do Caniço distinguiu também este ano a artista madeirense Lourdes Castro, residente na freguesia desde 1987.