{ordemfarma/noticias/detalhes/head}
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.

Compreendi

Notícias

“Todos Por Quem Cuida” já angariou mais de 1,2 milhões de euros

08 Maio 2020
“Todos Por Quem Cuida” já angariou mais de 1,2 milhões de euros
No espaço de um mês, o movimento “Todos Por Quem Cuida” angariou mais de 1,2 milhões de euros e reuniu diverso equipamento hospitalar, equipamento para proteção individual e outro material determinante para a segurança e qualidade dos cuidados prestados aos portugueses.
A Conta Solidária já entregou 40 mil máscaras, 5 mil viseiras, mais de 500 litros de gel desinfetante e 500 câmaras de proteção profissional ao ato de entubação. 

A iniciativa criada pela Ordem dos Médicos e pela Ordem dos Farmacêuticos, com o apoio da APIFARMA – Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica e de outras instituições da sociedade civil, continua a receber, diariamente, o apoio de inúmeras entidades e pessoas que desejam apoiar os profissionais que estão na linha da frente a combater a COVID-19.

Os contributos podem realizar-se através de Transferência Bancária para a Conta Solidária "Todos Por Quem Cuida”, que tem os seguintes dados:
•             Conta CGD número 0646 017662 930
•             IBAN PT50 0035 0646 00017662 930 21
•             NIB 0035 0646 00017662 930 21

Os donativos em espécie e os pedidos de apoio podem ser comunicados à Comissão de Acompanhamento através dos endereços de correio eletrónico todosporquemcuida@ordemdosmedicos.pt e todosporquemcuida@ordemfarmaceuticos.pt.

O apoio destina-se aos profissionais que estão na linha da frente dos centros de saúde, hospitais, farmácias, lares e de todos os outros locais, a partir de onde o cuidado ganha forma. Destina-se a apoiar médicos, enfermeiros, farmacêuticos, bombeiros, cuidadores, assistentes operacionais, secretários clínicos, técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, e tantos outros, mas, também as forças de segurança, bombeiros, cuidadores, entre outras profissões chamadas a combater a COVID-19.

O movimento responde a um apelo nacional e materializa a resposta de todos os que desejam apoiar quem cuida, reconhecendo que esta crise só será ultrapassada com a participação, a solidariedade e a união de todos.